Quinto aniversário de Falcoaria como Património Imaterial da UNESCO celebrado a 1 de Dezembro

27 Novembro 2021, 9:26 Não Por Redacção

 

 

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos assinala no dia 1 de Dezembro, o quinto aniversário do Reconhecimento pela UNESCO da prática da Falcoaria em Portugal como Património Cultural Imaterial da Humanidade.

No âmbito desta comemoração, na Falcoaria Real de Salvaterra de Magos terão lugar, pelas 15 horas, uma Homenagem à Professora Doutora Natália Correia Guedes e uma outra à Associação Portuguesa de Falcoaria, que este ano assinala o seu 30º aniversário, num claro reconhecimento pelo trabalho e a dedicação em prol da falcoaria, o seu contributo foi fundamental para manter esta prática activa no nosso país.

O Município anuncia que na ocasião será ofertada à Câmara Municipal pela Professora Doutora Natália Correia Guedes a escritura de partilhas datada de 1534 referente ao Senhorio da Vila de Salvaterra, herdado por D. Fradique Manoel, avô do 1º Conde da Atalaia. 

A iniciativa vai também contar com a presença da violinista Natália Juskiewicz, acompanhada por guitarra portuguesa e viola de fado.

Na Galeria de Exposições inaugura-se a exposição de Aguarelas “Caçadores Alados” do falcoeiro André Valério, que para além de ser um amante desta prática, gosta de manifestar o enorme respeito que tem pela aves de presa, também na tela.

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos liderou a candidatura da prática da Falcoaria como Património Cultural Imaterial da Humanidade, juntamente com a Universidade de Évora e a Associação Portuguesa de Falcoaria, tendo conseguido o reconhecimento da UNESCO a 1 de dezembro de 2016, em Adis Abeba, Etiópia