Falta de casas para arrendar obriga Câmara de Coruche a gastar 500 mil euros

27 Novembro 2021, 11:27 Não Por João Dinis

 

 

A Câmara Municipal de Coruche vai ter que gastar cerca de 500 mil euros no aluguer de contentores para alojar as famílias do Couço, que vivem nos Bairro 23 de Junho e Bairro da Liberdade, que vão ser alvo de requalificação, numa obra de mais de 2.5 Milhões de euros.

Esta foi a solução encontrada pelo município depois de ter sido confrontada com a falta de casas para alugar para realojar as famílias que ali habitam, vendo assim aumentar significativamente o valor da intervenção a realizar nos dois bairros do Couço.

Fátima Galhardo (PS), Vice-presidente da Câmara Municipal de Coruche, esclareceu ainda que “a Câmara tudo fez para encontrar soluções no vila do Couço, ou nas proximidades, para realojar as pessoas”, mas tal não foi possível, ainda que tenham também tentando propor a alguns proprietários a realização de algumas intervenções para reabilitar os espaços de habitação, “mas nem isso foi possível”, lamentou.

As obras, que visam reabilitar as habitações e espaços envolventes nos dois bairros históricos da Vila do Couço, vão durar mais de um ano, de acordo com os prazos previstos no caderno de encargos.

Valter Jerómimo, vereador da CDU, lamentou esta situação e desejou “que a obra cumpra os prazos estipulados”, de modo a que não encareça ainda mais com o aluguer destes equipamentos para realojar as famílias.