Fátima Lopes apresenta livro em cerimónia emotiva em Mora (Com Fotos)

5 Junho 2021, 23:50 Não Por João Dinis

O Jardim Púbico de Mora recebeu na tarde deste sábado, 5 de Junho, a apresentação da mais recente obra de Fátima Lopes, “Encontrei o Amor onde menos esperava”, numa cerimónia que acabaria por ser bastante emotiva, com a apresentadora e escritora a emocionar-se ao recordar os momentos vividos durante a pandemia.

Fátima Lopes, que tem casa no concelho de Mora, agradeceu publicamente ao Presidente da Câmara de Mora, Luís Simão Matos, toda a atenção que dispensou à sua família.
“Quero começar por agradecer, que é uma coisa que acho extremamente valiosa, nós termos a capacidade da gratidão e eu queria começar por agradecer a forma como sempre fui recebida aqui no concelho (de Mora), não só pelo Senhor Presidente, a quem muito agradeço que esteja aqui como anfitrião deste momento, mas por todas as pessoas, e é importante nós estarmos atentos e gratos àqueles que tem a capacidade de nos acolher, sem saber bem como nós somos… e vocês receberam-me sempre de braços abertos”, enaltecendo as gentes de Mora, revelando que é “uma pessoa extremamente feliz quando venho para aqui… é onde carrego as minhas baterias!

Depois de agradecer a todos, agradeceu especialmente ao Presidente Luís Simão Matos, que “foi sempre muito simpático, muito disponível e preocupado”, dando a conhecer publicamente que durante o primeiro confinamento, “eu tive a minha família cá, os meus pais e os meus filhos, passaram os meses de Março até Junho cá, e eu só vinha ao fim-de-semana. Eu não sou mãe de fim-de-semana, sou mãe de todos os dias, mas não dava, tinha que ser assim e foi muito mais fácil pelas pessoas serem como são, o Senhor Presidente de vez em quando mandava uma mensagem e perguntava, os seus pais estão bem, precisam de alguma coisa… se precisar de alguma coisa diga e nós ajudamos e eu não me esqueço disto, obrigada Senhor Presidente!”.

Após os primeiros agradecimentos, Fátima Lopes apresentou a sua obra, que retrata a vida de uma personagem, “Sofia”, que queria renascer depois de uma série de relações falhadas e dolorosas, numa vida centrada no sucesso profissional e que a perda a sua avó e a sua mãe a fizeram repensar a sua vida e rumar ao Alentejo, a Reguengos de Monsaraz, onde se centra a história.

Este oitavo livro é o regresso ao romance, e foi uma forma de dar a conhecer às pessoas um livro que é inspirador, e nós gostamos de livros inspiradores e positivos, com bom astral, que nos ajudem a ter vontade de fazer coisas, de mudar as nossas vidas se elas não estiverem bem, eu acho que estamos todos a precisar um bocadinho disso”, refere-nos a autora, que acrescenta que a história se centra no Alentejo, “porque o Alentejo tem essa capacidade de reciclar as pessoas, eu acho que nos faz renovar a vontade de fazer e de acreditar”.

Luís Simão Matos, Presidente da Câmara de Mora, que apresentou o momento, estava bastante orgulhoso da apresentadora e escritora ter escolhido Mora, não só para apresentar a sua mais recente obra literária, como também para viver.
Este lançamento é bom para nós, é um orgulho que as figuras públicas, e esta figura pública em particular, Fátima Lopes, estejam em Mora”, disse, acrescentando que “espera que todas as pessoas que vivem em Mora, mesmo aqueles que não habitam regularmente em Mora se sintam felizes pois serão sempre bem recebidos por toda a comunidade”.

Presente esteve também João Cavaleiro Ferreira, da Entidade de Turismo do Alentejo e Ribatejo, que enalteceu a importância das figuras públicas, como Fátima Lopes, escolherem o Alentejo, já não só para viver, como também para apresentar as suas obras e os seus trabalhos, enaltecendo também o importante papel da comunicação social em divulgar iniciativas como esta.

A anteceder a apresentação do livro de Fátima Lopes dois momentos musicais a cargo da Tuna da Universidade Sénior de Mora e do professor Sertorio Ramalho deram um ‘colorido’ especial ao momento, pois marcaram também o regresso dos seniores de Mora aos momentos culturais.