APA esquece rio Sorraia. Nem apresenta projecto nem continua processo de limpeza da praga de jacintos (Com Fotos)

APA esquece rio Sorraia. Nem apresenta projecto nem continua processo de limpeza da praga de jacintos (Com Fotos)

30 Outubro 2021, 11:44 Não Por João Dinis

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) parece ter esquecido o grave problema ambiental vivido no rio Sorraia, depois de em Setembro de 2019, aquando de uma visita do Ministro do Ambiente e Acção Climática, João Pedro Matos Fernandes, ter anunciado um projecto de limpeza para as margens do rio Sorraia, prometendo mesmo aos autarcas de Coruche e Benavente o regresso dos “Guarda-rios”, que iriam acompanhar e monitorizar as margens e as actividades desenvolvidas no rio Sorraia.

Do projecto, que foi anunciado tendo um custo de 70 mil euros, ainda nada se sabe. Questionado pelo Notícias do Sorraia, Francisco Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Coruche, disse não ter conhecimento de nenhum desenvolvimento levado a cavo pela APA, entidade responsável pelo projecto, demonstrando-se no entanto preocupado com a situação em que se encontra o rio, com uma praga que é cada vez mais difícil de controlar.

Nas últimas semanas o leito do rio Sorraia tem sido invadido pela praga de jacintos de água, que em certas zonas tapam por completo o leito do rio, não deixando ver a água. Com o leito de água tapado por jacintos, a fauna e flora do rio Sorraia poderá mesmo estar em risco, uma vez que a água não faz a oxigenação que necessita, podendo mesmo em breve virem a ser detectadas algumas espécies mortas.

Tendo em conta a situação, o Notícias do Sorraia entrou em contacto via e-mail com a APA, e desde o passado dia 12 de Outubro que aguardamos uma resposta, o que demonstra o desinteresse a que o assunto para a entidade estatal.
Dias mais tarde, por via telefónica, o departamento de comunicação da APA referiu-nos que iríamos receber por e-mail uma resposta às nossas questões, que visavam essencialmente o ponto em que se encontrava o projecto anunciado para o rio Sorraia, bem como a limpeza dos milhões de jacintos que já estão novamente acumulados em diversos pontos do rio.

De acordo com o que nos foi possível apurar, também a Associação de Regantes e Beneficiários do Vale do Sorraia está com algumas dificuldades em poder dar um auxílio ao rio Sorraia, uma vez que das três máquinas que possui, apenas uma se encontra em funcionamento e alocada noutro projecto.
Recorde-se no entanto, que na última limpeza efectuada, a APA demorou um ano a liquidar os pagamentos quer à ‘Associação de Regantes’, bem como às corporações de bombeiros envolvidos.

Especialmente os municípios de Mora, Coruche e Benavente, aguardam ansiosamente, não só a limpeza do rio Sorraia, bem como a apresentação do projecto que iria permitir uma ‘nova vida’ ao rio, sobretudo limpo de pragas e com um caudal bastante mais regular.