Vacinação de idosos com mais de 80 anos e doentes de risco abrange 900 mil pessoas e começa já esta quarta-feira

Vacinação de idosos com mais de 80 anos e doentes de risco abrange 900 mil pessoas e começa já esta quarta-feira

1 Fevereiro 2021, 20:00 Não Por Redacção

A vacinação de idosos com 80 anos ou mais e de pessoas com comorbilidades de risco entre os 50 e os 79 anos abrange cerca de 900 mil pessoas, adiantou hoje a ministra da Saúde em conferência de imprensa.

O processo de vacinação, adiantou Marta Temido no Ministério da Saúde, em Lisboa, continua esta semana nos lares de idosos onde ainda não foi possível proceder a inoculações devido a surtos ativos; em profissionais de saúde prioritários do setor privado e social, mas também do setor público, e começam a ser vacinados os grupos prioritários seguintes, que abrangem um universo de 900 mil pessoas.

A convocatória de idosos com 80 anos ou mais e de pessoas com doenças de risco entre os 50 e 79 anos deverá ter como “modalidade preferencial” a mensagem SMS, adiantou o presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), Luís Goes Pinheiro, também presente na conferência de imprensa.

Marta Temido fez um balanço do processo de vacinação contra a covid-19 em Portugal até à data de hoje, referindo que o país já recebeu mais de 400 mil vacinas, 387.270 da BioNTech/Pfizer e 19.200 da Moderna, das quais 10.800 chegaram apenas no domingo.

Da BioNTech/Pfizer chegaram hoje 86.580 vacinas, das quais 11.700 foram enviadas para os Açores e 11.700 para a Madeira.

Para fevereiro estão previstas mais duas entregas de vacinas da Moderna e três da Pfizer e duas na vacina da AstraZeneca, recentemente aprovada pela Agência Europeia do Medicamento, tendo Marta Temido afirmado que as entregas previstas para 09 e 19 de fevereiro desta farmacêutica totalizam 200 mil vacinas.


Agência Lusa