Tribunal coloca em prisão preventiva incendiário apanhado em flagrante pela GNR

26 Agosto 2021, 14:23 Não Por Redacção

O homem de 50 anos, que foi apanhado em flagrante a incendiar um amontoado de vegetação na freguesia de Serra da Junceira no concelho de Tomar, ficou em prisão preventiva depois de ter sido ouvido no Tribunal Judicial de Santarém no dia de ontem.

O homem foi detectado a usar um isqueiro para provocar o incêndio, durante uma acção de patrulhamento no âmbito da Campanha Floresta Segura 2021, levada a efeito pela Unidade de Emergência de Protecção e Socorro (UEPS) da Guarda Nacional Republicana, que conseguiram também apagar o foco de incêndio.

Após a detenção o homem foi entregue à Polícia Judiciária, por se tratar de um crime da sua responsabilidade, e a cargo de quem continua agora a investigação, pois sobre o mesmo homem  recaem “fortes suspeitas de que outras ignições naquela zona possam estar relacionadas com o mesmo autor”, refere a PJ em comunicado.