Tiragem de Cortiça como Património Cultural Imaterial pode ser confirmada até final do ano

Tiragem de Cortiça como Património Cultural Imaterial pode ser confirmada até final do ano

17 Novembro 2021, 19:02 Não Por Redacção

A Direcção Geral do Património Cultura (DGPC) está a um pequeno passo de confirmar a ‘Tiragem da cortiça no concelho de Coruche’ como Património Cultural Imaterial de Portugal, depois de terminado no passado dia 15 de Novembro, o período de consulta pública, em que estes não receberam qualquer oposição a que esta arte venha a integrar o Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.

De acordo com Francisco Oliveira, Presidente da Câmara Municipal de Coruche, entidade que remeteu a candidatura junto da DGPC, a boa notícia chegou hoje, dia em que foi também apresentado o passaporte que une 27 territórios corticeiros. “A DGPC validou, após a discussão pública, a tiragem da cortiça enquanto Património Imaterial e Cultural Português”, anunciou ao Notícias do Sorraia o autarca, que acrescenta que isto significa “que estamos a um passo de ter a tiragem da cortiça como património cultural imaterial, o que é muito importante também para estes territórios”, uma vez que vem “valorizar esta actividade, e este que é um produto único que é a cortiça consubstanciada nesta imaterialidade que é termos esta ‘certificação’”, concluindo que espera que “em breve possamos estar de novo reunidos para nos congratularmos com a aprovação por parte da DGPC desta candidatura que foi feita pelo município de Coruche.”´

De acordo com o que o Notícias do Sorraia apurou, e a exemplo de outras candidaturas e apesar da DGPC ter perante a lei 120 dias para se pronunciar, é possível que o anúncio oficial possa ser feito até final do ano 2021.