“Tiragem de Cortiça: antes e depois”, para ver no Núcleo Rural de Coruche (Com Fotos)

1 Junho 2021, 22:52 Não Por João Dinis

O Núcleo Rural de Coruche, a funcionar no antigo Quartel dos Bombeiros Municipais de Coruche, recebeu esta terça-feira, 1 de Junho, a inauguração da exposição “Tiragem de Cortiça: antes e depois”, que pretende recordar aos que conhecem e ensinar aos que não conhecem a arte da tiragem de cortiça, candidata a Património Cultural Imaterial de Portugal.

O Presidente da Câmara Municipal de Coruche, Francisco Oliveira, que marcou presença na inauguração da exposição, que patente até dia 31 de Maio de 2022, frisou uma vez mais a importância da cortiça para o concelho de Coruche, quer através dos investimentos que atraí para o concelho, quer pelos postos de trabalho criados, bem como pela valorização da floresta.

A exposição que faz uma viagem por todo o processo da plantação do sobreiro à tiragem da cortiça, recorda ainda tempos em que o trabalho era maioritariamente feito à mão, levando-nos depois numa viagem até aos dias de hoje, em que os homens contam com a preciosa ajuda das máquinas, na tiragem da cortiça e na transformação desta, muito para lá das rolhas…

Somos recordados de como, em Coruche, a tirada da cortiça se sagrou actividade económica incontornável e transversal a todo o Concelho, concentrando-se maioritariamente nas freguesias de São José da Lamarosa, Couço, Branca e Santana do Mato, onde está presente também o maior número de tiradores – homens com qualidades diferenciadoras e excepcionais no desempenho de uma actividade que assume um legado familiar e intergeracional”, pode ler-se na sinopse da exposição, que deixa antever todo o interessante trabalho desenvolvido no último ano pela equipa do Núcleo Rural de Coruche.

A ‘viagem ao mundo da cortiça’ foi um trabalho desenvolvido por Aníbal Mendes, responsável pelo Núcleo Rural e David Nunes e é sem dúvida um precioso documento da história de Coruche e do seu povo.