Sexagenária tenta incendiar bombas de combustível após destruir carrinha em Coruche (Com Vídeo e Fotos)

13 Outubro 2021, 20:22 Não Por João Dinis

Uma mulher, com 65 anos, residente em Salvaterra de Magos, e com aparentes problemas mentais, praticou na madrugada desta quarta-feira, 13 de Outubro, diversos actos de vandalismo. Através do uso do fogo destruiu diversos equipamentos, como caixotes do lixo e floreiras, bem como uma carrinha, tentando também incendiar um posto de combustível, onde deixou um saco com material incandescente junto ao depósito de botijas de gás.

Por razões que se encontram a ser apuradas pela Polícia Judiciária (PJ) a mulher terá chegado a Coruche de madrugada. Pelas 05.43 horas, os Bombeiros Municipais de Coruche recebiam o alerta para um incêndio numa viatura, num parque de estacionamento junto à Avenida Luís de Camões.

O alerta para os bombeiros foi dado por moradores, que foram acordados por um camionista, que ao aperceber-se que uma viatura se encontrava a arder buzinou intensamente, até que alguém conseguisse accionar o socorro. Apesar da prontidão da equipa dos Bombeiros de Coruche, estes não conseguiram evitar a destruição quase total da viatura, que o seu proprietário tinha há cinco meses.

Enquanto se encontravam a consolidar o incêndio na viatura todo-o-terreno, os bombeiros foram alertados para um incêndio num caixote do lixo, na  Rua de Santo Atanázio, a cerca de 500 metros do local onde se encontrava estacionada a viatura.

A mulher terá ainda destruído diversos vasos de flores que encontrou no caminho e em diversos prédios e moradias, bem como inutilizado um das casas de banho da estação rodoviária, onde apanhou o autocarro das 06.45 horas, rumo à localidade de Fajarda, onde à beira da Estrada Nacional 114-3, à saída da localidade, ateou um fogo florestal, que graças à intervenção de alguns populares não tomou maiores proporções, bem como conseguiram deter a mulher, entregando-a depois à Guarda Nacional Republicana, que a deteve e accionou a PJ.

Ao início da manhã, cerca das 8.30 horas foi também identificado um saco, que continha material incandescente, e que terá sido deixado no depósito de botijas de gás, nas bombas de combustível na Avenida Luís e Camões, sem que no entanto tenha provocado qualquer incêndio nas bombas de combustível.

De acordo com o que o Notícias do Sorraia apurou a PJ terá já visionado as imagens do sistema de vídeo vigilância do posto de abastecimento, onde é possível ver a actuação da mulher, que esta quinta-feira deverá ser presente ao Tribunal Judicial de Santarém.