“Sabores do Campo e da Charneca Ribatejana” para realçar sabores e saberes de Alpiarça (com Fotos)

17 Junho 2024, 14:47 Não Por João Dinis

O Parque do Carril, junto à Vala Real de Alpiarça, receberá no próximo fim-de-semana a primeira edição do Festival “Sabores do Campo e da Charneca Ribatejana”, que promete reavivar a memória sobre os sabores e saberes do concelho de Alpiarça.

Ao NS, a Presidente da Câmara Municipal de Alpiarça, Sónia Sanfona salienta que o grande objetivo do festival é o de “valorizar aquilo que é tradicionalmente nosso”, pois é isso que “nos irá distinguir no território”.

2RESOLUÇ

“Podem percorrer toda a Lezíria e encontram coisas muito diferentes e com certeza que encontram pontos de interesse em todos os concelhos”, diz a autarca, em plena Feira do Ribatejo, onde a autarquia apresentou a primeira edição deste festival.

Sónia Sanfona anuncia que durante o festival, de cariz maioritariamente gastronómico, serão serviços os “pratos que se comiam nas refeições de antigamente, que eram colocados no tradicional farnel para se comer durante a jornada de trabalho”.
Os pratos serão confecionados por um conjunto de cozinheiros dos restaurantes de Alpiarça, de onde se destacam o carneiro à moda de Alpiarça, bacalhau assado com miga fervida, molhinhos com feijão branco e sopas do campo.

O festival contará com várias bancas, cada uma dedicada a um restaurante do concelho, que confecionarão diversos pratos, que poderão ser degustados através da aquisição de um kit.
A acompanhar as refeições vão estra também vinhos do concelho, que este ano integra a Cidade do Vinho.

“”Esta é a primeira edição, portanto vamos ainda com um bocadinho com um espírito ainda experimental, porque é a primeira vez que estamos a fazer, mas a nossa preocupação é ser genuínos”, conclui a autarca.

Melão Manuel António distingue concelho entre produtores

Alpiarça é conhecida pela qualidade do seu melão, em especial pela variedade Manuel António “um meão que nos distingue de todos os outros concelhos”, refere Sónia Sanfona.

Considerando que este é um “produto muito diferenciador” e que afirma Alpiarça no “mercado da venda de fruta”, a autarca salienta que a semente deste fruto está registada no Catálogo Nacional de Sementes.

Para o Município é importante que os produtores continuem a apostar na variedade, uma vez que a produção atual é insuficiente para o projeto que está delineada para a sua promoção.
Ainda que o custo de produção seja maior, a autarquia pretende incentivar a produção da variedade de melão Manuel António, com o objetivo de a certificar.
“Este é um produto muito distinto, quer em termos de sabor, quer pela sua longevidade”, pelo que é também um produto que estará em grande destaque no Festival “Sabores do Campo e da Charneca Ribatejana”.

________________

____________________