Pulseira electrónica para homem de Salvaterra de Magos que agredia mãe para obter dinheiro para vícios

6 Maio 2020, 17:45 Não Por João Dinis

O Tribunal Judicial de Santarém aplicou como medida de coação, a um homem de 38 anos, a monitorização através de pulseira electrónica, depois de este ter sido detido pela Guarda Nacional Republicana (GNR) na passada segunda-feira, por violência doméstica praticada sobre a progenitora de idade avançada.

De acordo com fonte da GNR, “no âmbito de uma investigação relacionada com o crime de violência doméstica, apurou-se que o suspeito, apesar de já ter sido indiciado pelo mesmo ilícito criminal, terá continuado com o comportamento, infligindo violência física e psicológica sobre a mãe, vítima especialmente vulnerável em razão de idade”.

O suspeito, que não tem ocupação conhecida pelos militares,  e se encontrava à data da detenção no em Castanheira do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira, onde se refugiava muitas vezes com amigos, “exigia à mãe dinheiro para os seus vícios, ficando ela dependente de terceiros, inclusive para comer”, explica fonte da GNR, que acrescenta que após a investigação, ”foi dado cumprimento a um mandado de detenção, devido ao perigo de continuidade da violência praticada”.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Santarém, tendo sido aplicada a medida de coação de proibição de contacto com a vítima, monitorizada através de pulseira electrónica.

Fotografia: Direitos Reservados