Preparar um Cortejo de homenagem às gentes de Coruche é um desafio e orgulho para os trabalhadores municipais

14 Agosto 2022, 20:24 Não Por João Dinis

O que se pode quase chamar um trabalho heróico de diversos sectores da Câmara Municipal de Coruche na preparação da edição 2022 do Cortejo Histórico e Etnográfico terá a sua apresentação pelas 11 horas do dia 17 de Agosto, feriado municipal de Coruche, presta este ano uma homenagem às gentes da terra.

A Riqueza da Nossa Terra – Força de Viver”, é o tema deste ano e teve na sua preparação dezenas de funcionários do município, carpinteiros, serralheiros, pedreiros, estiveram empenhados na montagem dos 40 carros alegóricos que vão desfilar pelas ruas de Coruche.

Com a coordenação da arquitecta Maria Castelo Morais, que nos explica que “os trabalhos são fruto do empenho de todos, de alguns já nem preciso de fazer um esboço no papel, basta dizer qual é a ideia, que as nossas equipas conseguem fazer todo o trabalho”, para outros a que muitos em Coruche consideram a “mãe” do Cortejo, realiza um esboço no papel para facilitar o trabalho às equipas.

O regressar do Cortejo este ano às ruas de Coruche fez retornar a azáfama à Zona Industrial do Monte da Barca, onde o Município tem instalado o seu estaleiro, e onde foram preparados todos os reboques de tractor, que vão dar depois vida aos quadros que vão ser apresentados por cada freguesia ou associação do concelho.

O trabalho de preparação e montagem do Cortejo divide-se entre a carpintaria e a serralharia, as duas secções mais interventivas. É necessário montar estruturas, recriar espaços, e praticamente tudo é feito na base da madeira e do ferro.

Ainda que nos diga que durante os dois anos de pandemia em que não houve cortejo “foram um descanso”, o brilho dos seus olhos e a forma como nos fala de cada trabalho que colocou de pé não mentem e demonstram o orgulho que tem em realizar e idealizar o Cortejo.

O trabalho preparatório do Cortejo começa muitos meses antes, alguns anos, mais de seis meses antes, com as reuniões com as Juntas de Freguesia e associações que reúnem cerca de mil figurantes que vão desfilar pelas ruas de Coruche.

Após o entendimento entre todas as forças empenhadas na organização, entram em cena os trabalhadores municipais, que além dos trabalhos diários, com reparações ou montagem do edificado municipal, dedicam grande parte do seu dia de trabalho à montagem dos carros alegóricos.

Orgulho maior para Maria do Castelo, como é carinhosamente tratada por todos em Coruche, é o facto da totalidade dos trabalhos ser feita por trabalhadores do Município de Coruche, que se revelam verdadeiros artistas e dão vida a magníficos quadros, que vão este ano recordar e mostrar aos mais novos como era Coruche nos anos 40 do século passado.

Também a própria mete as “mãos na massa” e cria alguns pormenores que vão ser apreciados no Cortejo, como o caso de uma fonte, feita em esferovite, que irá embelezar um carro alegórico da freguesia de Vila Nova da Erra.

A vereadora com o pelouro da Cultura, Susana Cruz, salienta que vamos ter “mais uma vez as ruas de Coruche com o nosso Cortejo Histórico e Etnográfico e vamos focar obviamente na riqueza do nosso concelho e em cada freguesia”, anunciando que “vamos ter aqui, de facto, um grande enfoque na questão da tiragem da cortiça enquanto Património Cultural Imaterial, que foi reconhecida no passado dia 29 Novembro de 2021”, pelo que “vamos trazer também a tiragem da cortiça e dar aqui este reconhecimento para que também todos tenham essa noção da tiragem da cortiça enquanto um património único de Portugal.

Cada freguesia irá apresentar aquilo que lhe é mais característico e identitário, uma vez que apesar de inseridas no mesmo concelho cada freguesia tem as suas especificidades e culturas muito próprias.

Ainda que inserido nas Festas em Honra de Nossa Senhora do Castelo, o Cortejo Histórico e Etnográfico é um grande acontecimento cultural anual no concelho de Coruche, facto que é ratificado por Susana Cruz, que justifica esta nomeação com o facto de envolver “todas as juntas de freguesia, grande parte das associações culturais e algumas desportivas e até algumas sociais que se envolvem no cortejo e até grupos de voluntários e de pessoas que querem participar no cortejo porque gostam, gostam desta actividade”, que se torna “o acontecimento cultural do ano, sobretudo também porque é o dia do Município e sendo o dia do Município, é que o auge de das nossas festas”, “todas as pessoas que estão envolvidas na organização valorizam muito este trabalho”, afirma.

Apesar de muitas vezes desvalorizado pelas gerações mais novas, “nos últimos anos tem-se verificado que é também um acontecimento cultural e geracional”, refere a vereadora com o pelouro da cultura, que acrescenta que têm “conseguido trazer pessoas mais velhas, conseguimos trazer as pessoas das associações e os mais jovens”, sendo “muitos os que querem participar e associam nas suas freguesias ou nas suas associações e gostam muito de participar no cortejo”, ainda que depois de uma noite de uma noite de animação, dificulta que jovens adiram em massa, mas temos muita juventude a participar mais pequenos e que e que adoram vir ao cortejo.”

Na edição deste ano as freguesias anunciaram já os temas que vão apresentar no Cortejo, que se realizará a partir das 11 horas do dia 17 de Agosto.
Santana do Mato trará a “Terra de Montado, Cortiça, Lenha e Carvão”, “Água Fonte de Vida! Entre a Ribeira, Fontes e Nascentes” será o tema da freguesia da Erra.

São José da Lamarosa representará a “Cultura de Sequeiro, Moagem e Pão”, a freguesia da Branca terá um quadro representativo das “Figueiras da Nossa Terra”, e o Couço terá o tema do “Couço à Mesa – Património Gastronómico”.

A Fajarda terá nas ruas de Coruche uma representação de “Partidas e Chegadas entre Culturas”, e o Biscainho representará “Oh, Terra Brava! Terra de Touros e Cavalos! Oh, Terra de Gente! Cavaleiros, Campinos e Campinas!”.

A terminar, a Vila de Coruche apresentará o tema “Coruche, entre Ruas, Bairros e Foros – Oh, Gente de Força de Viver!”.

__________________________________________________________________________________________