Oficina da Criança de Mora não avança nos moldes actuais. Câmara anunciará novidades em breve

30 Novembro 2021, 11:01 Não Por Redacção

 

 

A Câmara Municipal de Mora aprovou esta segunda-feira, com os votos favoráveis do executivo PS e os votos contra da oposição CDU, a revogação do contrato que iria permitir a construção da Casa da Criança de Mora, anunciando que ainda este ano será anunciada a nova localização, junto ao Agrupamento de Escolas de Mora.

Para o actual executivo, liderado por Paula Chuço, esta decisão visa “acautelar os interesses do município”, uma vez que no seu entendimento a localização anunciada pelo anterior executivo não é mais adequada para os interesses das crianças e encarregados de educação.

Esta decisão tem como objectivo arranjar uma solução mais prática para as crianças do nosso concelho evitando grandes deslocações destas e, acima de tudo, evitando o custo diário do transporte das mesmas da escola para a localização da Oficina da Criança”, referem.

Para o vereador da CDU Marco Calhau, a Oficina da Criança é uma “valência há muito necessária para as crianças do concelho de Mora”, pelo que no seu entendimento a obra deveria avançar de acordo com o projecto aprovado anteriormente, acrescentando que a actual localização foi devidamente projectada pelo anterior executivo, esclarecendo ainda o facto de não ser contemplada com fundos comunitários, foi porque simplesmente a CCDR Alentejo não a conseguiu enquadrar nas obras elegíveis.

Ainda assim, e apesar do voto contra dos vereadores da CDU, o actual executivo já finalizou o acordo com o empreiteiro, Lena Engenharia e Construções S.A., para a não realização da obra, aprovando igualmente uma compensação financeira de 100 mil euros para resolução do contrato e anulação do concurso público.

Paula Chuço anunciou ainda que contam apresentar um projecto mais actualizado e de acordo com o seu entendimento das reais necessidades de Mora para a Oficina da Criança, por um valor de um terço dos 1.4 Milhões de euros do projecto agora revogado.