Mora registou a temperatura mais alta no mês de Outubro

Mora registou a temperatura mais alta no mês de Outubro

5 Novembro 2021, 19:23 Não Por Redacção

O concelho de Mora registou no mês de Outubro a temperatura mais elevada em Portugal, que de acordo com os dados hoje disponibilizados pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), foi um mês “muito quente em Portugal Continental”.

De acordo com os dados do IPMA, Mora registou 34.2 graus, no dia 7 de Outubro, sendo o maior valor da temperatura máxima do ar, contrastando com os 0.2 graus registados no dia 24 e 28 de Outubro em Carrazeda de Ansiães, que foram o menor valor da temperatura mínima do ar no mesmo período.

Segundo os dados revelados o mês de Outubro de 2021, em Portugal continental, classificou-se como muito quente em relação à temperatura do ar e normal em relação à precipitação.

O valor médio da temperatura média do ar, 17.73 °C, foi o 6º mais alto desde 2000 (mais alto em 2017, 19.57 °C) com uma anomalia de + 1.52 °C em relação ao valor normal 1971-2000. Valores de temperatura média do ar superiores aos agora registados ocorreram em 20 % dos anos desde 1931.

O valor médio de temperatura máxima do ar, 23.69 °C, foi superior ao valor normal, + 2.46°C, sendo o 5º valor mais alto desde 2000 (mais alto em 2017, 27.11 °C). O valor médio de temperatura mínima do ar, 11.77 °C, foi 0.58 °C superior ao valor normal

Durante o corrente mês salienta-se a persistência de valores de temperatura máxima do ar quase sempre acima do valor normal, sendo de realçar os períodos de 6 a 15 e 18 a 21. Em relação à temperatura mínima do ar, e até dia 20, verificaram-se valores próximos ou superiores à normal, a partir de dia 22 os valores foram inferiores, verificando nos últimos dias do mês (29 a 31) uma subida acentuada com desvios superiores a + 4.0 °C.

O valor médio da quantidade de precipitação em Outubro, 87.7 mm, foi próximo do valor normal 1971- 2000, correspondendo a 89 %. Durante o mês apenas se verificou precipitação mais significativa em 6 dias: 3, 17, 28 a 31. De realçar este último período com a ocorrência de precipitação, por vezes, persistente e forte a muito forte nos dias 29 e 31 nas regiões do Norte e Centro e no dia 30 nas regiões do Centro e Sul.

De acordo com o índice PDSI no final de Outubro verificou-se uma diminuição da área em seca meteorológica no Alto Alentejo, mas por outro lado um aumento da intensidade no Baixo Alentejo e Algarve, com alguns locais na classe de seca severa.

A distribuição percentual por classes do índice PDSI no território é a seguinte: 40.0 % em chuva fraca, 31.8 % normal, 13.6 % seca fraca, 11.6 % seca moderada e 3.0 % em seca severa.