Mais de mil pessoas ao volante sem cinto em 6 dias com 10 mortes em mais de 2 mil acidentes

30 Junho 2021, 11:40 Não Por Redacção

Nos seis dias em que se realizou a campanha “Cinto-me vivo”, promovida pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), Guarda Nacional Republicana (GNR) e Polícia de Segurança Pública (PSP),  foram registados mais de 2 mil acidentes, dos quais resultaram 10 mortos, sendo que no mesmo período foram detectadas mais de mil pessoas em automóveis sem os respectivos cintos de segurança.

De acordo com o comunicado conjunto das três entidades, “durante as operações das Forças de Segurança, realizadas entre os dias 23 e 29 de Junho, foram fiscalizados 52.835 veículos, tendo sido registado um total de 10.494 infracções, das quais 1.185 relativas à não utilização ou à utilização incorrecta dos dispositivos de segurança”.

No período da campanha, registou-se um total de 2.065 acidentes, de que resultaram 10 vítimas mortais, 44 feridos graves e 679 feridos leves. Relativamente ao período homólogo de 2020, verificaram-se mais 255 acidentes, mais 4 vítimas mortais, mais 11 feridos graves e mais 111 feridos leves.

Com esta campanha, simultaneamente implementada a nível nacional por todas as entidades envolvidas, “foi dado mais um passo para o envolvimento dos condutores no desígnio de tornar a segurança rodoviária uma prioridade de todos”.