José Peseiro abandona comando da selecção venezuelana após 14 meses de salários em atraso

21 Agosto 2021, 14:10 Não Por Redacção

O treinador coruchense José Peseiro anunciou esta sexta-feira, o abandono da selecção venezuelana de futebol, após 14 meses de salários em atraso, uma situação que este considera “insustentável”.

José Peseiro, que assumiu o comando da selecção principal de futebol da Venezuela a 5 de Fevereiro de 2020, acrescenta ainda em comunicado que lutaram contra todas as adversidades, realizando ainda assim um trabalho “com a máxima exigência”, procurando sempre dar o melhor à selecção venezuelana.

O técnico agradece ainda a todos os que acreditaram no seu projecto, lamentando no entanto o desfecho da situação, regressando assim a Portugal.

A situação foi também confirmada pelo Presidente da Federação Venezuelana de Futebol, Jorge Giménez, que refere que receberam na quinta-feira a carta com a decisão do técnico natural de Coruche, e que apesar de terem encetado diálogo na tentativa de reverter a situação, entendem a posição de Peseiro. “Não queríamos que este fosse o desenlace, mas devemos encarar o que está a acontecer e o que virá. Pedimos ao país que confie em nós, pois as suas preocupações são as nossas. Melhores tempos virão, agora é hora de colocar a casa e ordem”, concluiu lamentando ter ficado sem técnico na selecção principal.