José Neves continua em segundo no troféu Joaquim Agostinho

17 Julho 2021, 17:50 Não Por Redacção

O  44.º Grande Prémio Internacional de Torres Vedras – Troféu Joaquim Agostinho teve este sábado a sua segunda etapa, que ligou Arruda dos Vinhos a Torres Vedras, num total de 166 quilómetros,  com destaque para a participação do jovem coruchense José Neves (W52-FC PORTO), que continua no segundo lugar da classificação geral.

O Campeão Nacional de ciclismo, tem agora 19 segundos de desvantagem para Frederico Figueiredo, da EFAPEL.

A tirada, que poderia ser simplesmente de transição entre duas jornadas com final em alto, acabou por ser muito trabalhosa para a Efapel, devido à postura ofensiva da W52-FC Porto, da Rádio Popular-Boavista e da Euskaltel-Euskadi, que lançaram homens fortes para a fuga.

A escapada, iniciada pouco depois do quilómetro 20 por Tiago Machado (Rádio Popular-Boavista), João Matias (Louletano-Loulé Concelho), Ricardo Mestre e José Mendes (W52-FC Porto), Joan Bou (Euskaltel-Euskadi), Fábio Oliveira (Antarte-Feirense), Mario Aparicio (Burgos-BH), não foi de imediato anulada, apesar de ter entre os seus elementos o sétimo da geral à partida, o representante da equipa basca.

A fuga foi ganhando corpo, com a diferença a subir para perto dos três minutos. A Efapel foi aí obrigada a horas extra. Ainda mais quando João Rodrigues (W52-FC Porto) e Alberto Gallego (Rádio Popular-Boavista) fizeram a “ponte” para a frente da corrida, após a subida do Parque Eólico da Carvoeira.

Com a entrada nas quatro voltas ao circuito de Torres Vedras, o desgaste era evidente entre alguns fugitivos, mas também no pelotão, que ia perdendo unidades. Ricardo Mestre e Alberto Gallego foram os fugitivos que mais se aguentaram na frente da corrida, mas sucumbiriam à última passagem na Serra da Vila.

A chegada acabaria por ser ao sprint, entre um grupo com pouco mais de 20 unidades. Alaistar Mackellar cortou a meta à frente, com 4h07m50s (média de 40,188 km/h). O segundo foi Rafael Silva (Antarte-Feirense) e o terceiro Tiago Antunes (Tavfer-Measindot-Mortágua).


Por: Redacção com FP Ciclismo / Fotografia: D.R./FPCiclismo