Incêndio na Glória do Ribatejo queimou 98 hectares de eucalipto e mato

24 Agosto 2021, 17:39 Não Por João Dinis

Embora os números finais não estejam ainda contabilizados, uma vez que é necessário medir todos os metros de área não ardida dentro do perímetro do incêndio, o fogo que este domingo deflagrou na Glória do Ribatejo, consumiu 98 hectares de eucaliptal e mato.

O alerta para o incêndio foi dado pelas 15.12 horas, de 22 de Agosto, e no local estiveram 277 operacionais, apoiados por 82 viaturas, chegando a estar no teatro de operações uma dúzia de meios aéreos.

Do incêndio, além da área ardida, resultaram também ferimentos leves em seis operacionais, sendo que um deles, ferido num pulso, recebeu mesmo tratamento hospitalar, no Hospital Distrital de Santarém, mas regressou horas depois ao combate.

No local realizam-se ainda operações de vigilância, de modo a que se possam apagar eventuais reacendimentos.

Durante as operações de socorro, o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, estiveram em contacto permanente com o Presidente da Câmara Municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio, e acompanharam via telefone o desenrolar as operações de socorro.

De acordo com as autoridades a pronta e musculada acção dos corpos de bombeiros e dos meios aéreos permitiu que em cerca de cinco horas o incêndio fosse controlado, evitando-se assim uma tragédia que poderia ter tido ainda maiores proporções.

As autoridades investigam agora as causas da ocorrência.