Incêndio destruiu armazém de peles da ITS. PJ investiga

26 Setembro 2021, 9:36 Não Por João Dinis

Um incêndio, cujo alerta foi dado pelas 1.35 horas deste domingo, 26 de Setembro, no armazém de peles da fábrica ITS – Grupo Etsa, na Estrada da Lamarosa, Coruche, consumiu a totalidade do armazém de peles da unidade fabril que se dedica à transformação de subprodutos animais.

De acordo com Luís Fonseca, Comandante dos Bombeiros Municipais de Coruche, à chegada dos operacionais o armazém encontrava-se já tomado pelas chamas, pelo que foi feito uma “portecção aos armazéns contíguos”, nomeadamente a um onde funciona a oficina da unidade fabril, bem como às bombas de combustível e veículos da empresa, decorrendo a operação com sucesso, ficando as chamas confinadas ao espaço inicial.

Luís Fonseca refere ainda ao Notícias do Sorraia que o incêndio no armazém não irá afectar a produção da empresa, que se dedica à recolha e transformação de animais em diversos produtos.

Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, no local estiveram 25 operacionais, apoiados por 9 viaturas das corporações de bombeiros de Coruche, Salvaterra de Magos, Almeirim e Alpiarça.

Dos trabalhos, que ficaram concluídos cerca das 06.30 horas da manhã não houve feridos a registar.

No local esteve também a Guarda Nacional Republicana (GNR) que accionou a Polícia Judiciária (PJ) que irá agora investigar a origem do incêndio, cujas causas são para já desconhecidas.


Fotografias: Direitos Reservados