GNR alerta para a Violência contra as Mulheres

25 Novembro 2022, 11:15 Não Por Redacção

A Guarda Nacional Republicana (GNR), que no ano passado registou 12.755 crimes de violência doméstica, tendo sido detidas 1 172 pessoas, lançou esta sexta-feira, 25 de Novembro, a campanha “Submissão Não É Opção” | #SubmissãoNãoéOpção, onde através de diversas acções de sensibilização pretende alertar para a violência contra as mulheres.

A campanha foi lançada neste dia, por se assinalar o  Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres, e a mesma será “direccionada para a prevenção de comportamentos violentos contra as mulheres, atendendo a que a violência se dissimula sobre diferentes formas: física, psicológica, sexual, moral, entre outras”, refere a GNR.

“Pretende-se sensibilizar a comunidade em geral para a consciencialização sobre a igualdade de género e a promoção de uma cultura de não-violência, assim como sensibilizar os diferentes públicos-alvo para o fenómeno da violência contra as mulheres, sobretudo a violência doméstica, violência no namoro, violação e outras agressões sexuais”, anunciam ainda, contando esta campanha com acções de norte a sul do país.

Para a GNR, a prevenção e investigação do crime de violência doméstica são prioridades da actual política criminal e constituem-se como uma prioridade estratégica e prioritária, pelo que a GNR tem vindo a reforçar as campanhas de sensibilização e a apostar em acções específicas de formação do seu efectivo, para que esteja cada vez mais bem preparado para participar, enquadrar, tratar e acompanhar este tipo de situações, melhorando ainda a sua rede de salas de atendimento às vítimas.

A GNR salienta ainda, que até 30 de Setembro deste ano foram registados 11.176 crimes de violência doméstica e efectuadas 1 167 detenções.

____________________________________________________________