Envolvente do Centro Cultural de Benavente vai receber obras de requalificação

19 Julho 2021, 22:34 Não Por João Dinis

A Câmara Municipal de Benavente aprovou hoje o lançamento do concurso público da requalificação da zona envolvente do Centro Cultural de Benavente.

As obras vão incidir nos espaços exteriores ao Centro Cultural de Benavente, bem como a totalidade da Avenida Dr. Francisco José Calheiros Lopes, tendo como limite da área intervencionada a Avenida Dr. Francisco José Calheiros Lopes, a nascente o quartel dos Bombeiros Voluntários, a poente a rua do Trabalhador Rural e a sul o Largo das Andorinhas.

As obras, num investimento  da autarquia de 835.928 euros, acrescidos de IVA, visam melhorar os acessos aos mais diversos serviços da zona, como os Bombeiros Voluntários e Tribunal, bem como reorganizar e ampliar o estacionamento.

Também serão renovada a rede de infraestruturas de drenagem pluvial, bem como se procederá à renovação e reorganização dos espaços verdes, mantendo as actuais árvores e plantando novas árvores e arbustos.

Com esta obra o município de Benavente irá também renovar a iluminação pública e o mobiliário urbano.

Dois campos de padel

No local, junto ao Centro Cultural de Benavente, vão ser também instalados dois novos campos de padel, que vão ser geridos com o apoio dos funcionários afectos ao Pavilhão Gimnodesportivo.

O vereador Ricardo Oliveira (PSD), que a par da vereadora Flobela Paracho (PS) se absteve da votação, questionou o Presidente do município sobre a localização dos campos de padel, por considerar que estes fariam mais sentido junto às piscinas de Benavente, onde já existem outros espaços desportivos.

Carlos Coutinho, Presidente da Câmara Municipal de Benavente, referiu que a escolha do local se prende com o facto do horário alargado em que funciona o Pavilhão Desportivo, factor que acabou por determinar a localização dos campos de padel, “uma modalidade cada vez com mais adeptos  e que nos permite assim ter o equipamento aberto durante mais tempo durante o dia”, referiu.

O autarca salientou ainda que esta é “uma aposta na qualidade, sendo feita mais uma intervenção que visa ser uma clara melhoria para dia-a-dia dos munícipes”.

A obra irá ser lançada a concurso brevemente, sendo de esperar que a mesma se possa iniciar até ao final do ano, tendo esta uma duração estimada de 365 dias.


Fotografia: Google Maps