Empresas debateram transição digital

28 Maio 2021, 12:39 Não Por Redacção

Promovido pela Nersant, deorreu o  webinar “A Transformação Digital” que encerrou o ciclo temático “Adapte o seu Negócio para a era pós Covid-19”, realizado ao abrigo da Feira do Empreendedorismo, Emprego e Formação , que debateu os novos hábitos de consumo e de comunicação das empresas.

Sendo certo que a pandemia veio acelerar a transformação digital das empresas, “a NERSANT decidiu levar a efeito um webinar sobre o tema” , referem, acrescentando que este foi o último no âmbito do ciclo temático “Adapte o seu Negócio para a era pós Covid-19”, levado a cabo pela Feira do Empreendedorismo, Emprego e Formação.

Sílvio Duque foi o especialista convidado para introduzir o tema. O profissional debruçou-se sobre os novos hábitos de consumo e as novas formas de comunicar a proposta de valor que as empresas têm de ter hoje em dia.

“A transformação digital é um desafio de sobrevivência das empresas”, começou por referir Sílvio Duque, acrescentando que “no último ano, muitos meios de comunicação foram valorizados e estes foram uma mais-valia para todas as empresas, que adoptaram uma série de sistemas que valorizaram a sua presença no mercado”.

A adopção destes novos meios de comunicação são associados aos novos hábitos de consumo e às novas tendências de negócio online. “Hoje, quem não tem presença assídua no digital, através de um site ou redes sociais, não consegue sobreviver no mercado”, referiu Sílvio, alertando, no entanto, para o facto de as empresas necessitarem de ir “mais além”. “Todos querem fazer isto em contexto orgânico, ou seja, gratuito. Existe uma cultura conservadora no que ao investimento diz respeito”, constatou Sílvio Duque, referindo que as empresas devem adotar estratégias pagas em meio digital.

Quanto às “próximas mudanças que vão ter impacto em contexto empresarial”, o orador declarou que “a geração Z – os nativos digitais – são os futuros compradores e que exigem mais das empresas, sendo necessário uma maior aposta em inovação por parte destas”. Sílvio Duque indicou uma necessidade de as empresas adotarem processos no âmbito da Indústria 5.0, uma evolução da Indústria 4.0 e que lhe vem agregar novos valores.

Sílvio Duque apontou ainda alguns pilares essenciais à transformação digital: as pessoas – são estas as responsáveis pelo sucesso desta iniciativa – , processos e tecnologia e o local de trabalho: os locais de trabalho serão impactados pela transformação digital nas empresas, pois os novos processos e tecnologias podem mudar sua aparência física e digital, sem causar reacções negativas nos colaboradores.

De referir que a Feira do Empreendedorismo, Emprego e Formação decorre até ao final do mês de Maio, com a participação de 105 expositores e 707 produtos e serviços na montra. O certame pode ser visitado em https://compronoribatejo.pt/feira/1-feira-empreendedorismo-emprego-e-formacao, já tendo recebido mais de 12.000 visitas virtuais.

Dia 31 de Maio, decorre o último workshop realizado ao abrigo do certame: “Negócios no Ribatejo entre Empresas da Região”, com inscrição gratuita no portal da NERSANT, em www.nersant.pt. Na ocasião, serão apresentados os portais Compro no Ribatejo e Startup Ribatejo.