DGS recomenda vacinação a crianças entre os 5 e os 11 anos

7 Dezembro 2021, 16:13 Não Por Redacção

A Direcção Geral de Saúde (DGS) emitiu esta terça-feira, um comunicado onde dá conta da recomendação da vacinação contra a Covid-19 para crianças entre os 5 e os 11 anos.

Ainda assim a DGS recomenda que se inicie a vacinação pelas crianças com doenças consideradas de risco para a Covid-19 grave, sendo que a vacina a utilizar será a Comirnaty (a vacina da Pfizer), que tem, à data, parecer positivo da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) para a formulação pediátrica, diz a DGS.

“Esta recomendação surge na sequência da posição da Comissão Técnica de Vacinação contra a covid-19 (CTVC), que considerou, com base nos dados disponíveis, que a avaliação risco-benefício, numa perspectiva individual e de saúde pública, é favorável à vacinação das crianças desta faixa etária”, lê-se no comunicado. Também foram considerados “os contributos de um grupo de especialistas em pediatria e saúde infantil”, bem como de membros consultivos da comissão.

Este assunto tem dividido especialistas, com alguns a defender a vacinação deste grupo, que regista agora um elevado número de infecções, e outros a posicionarem-se contra, argumentando que a vacinação não tem grandes benefícios neste grupo etário. 

Mas a DGS afirma que o número de novos casos em crianças tem vindo a aumentar e que apesar de a doença nestas faixas etárias ser geralmente ligeira, “existem formas graves de covid-19 em crianças”. “O risco de hospitalização é maior em crianças com doenças de risco, contudo, muitos dos internamentos ocorrem em crianças sem doenças de risco”.

__________________________________________________________________________________________