Dezembro dos meses mais quentes dos últimos 90 anos e Mora registou uma das temperaturas mais elevadas

7 Janeiro 2022, 15:53 Não Por Redacção

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) anunciou que o mês de Dezembro de 2021 foi o quarto Dezembro mais quente desde 1931, onde o valor médio da temperatura média do ar, 11.69 °C, foi muito superior ao valor normal 1971-2000, + 1.73 °C .

O valor médio de temperatura máxima do ar, 15.72 °C (+ 1.84 °C), o segundo mais alto desde 1931 (mais alto em 2015, 16.21 °C), refere o IPMA, que acrescenta que o valor médio de temperatura mínima do ar, 7.66 °C também foi superior à normal (+ 1.62 °C), sendo o nono mais alto desde 1931.

Segundo a entidade meteorológica portuguesa, o mês foi caracterizado por valores diários detemperaturamáxima e mínima do ar quase sempre superiores ao valor médio mensal, em particular a temperatura máxima.
De destacar o dia 31 com valores muito altos da temperatura máxima, tendo sido ultrapassado ou igualado os respectivos anteriores máximos de Dezembro em cerca de 10 % das estações do Continente.

De entre as temperaturas mais elevadas, a Zambujeira registou 26.4 graus. Odemira registou 25.8 graus, logo seguida de Mora, com 25.1 graus. Todas as temperaturas foram registadas no dia 31 de Dezembro.

O valor médio da quantidade deprecipitaçãoem Dezembro, 93.4 mm, foi inferior ao valor normal 1971-2000, correspondendo a 65 %.
Durante o mês, o IPMA realça o dia 20, com precipitação por vezes forte e acompanhada de trovoada nas regiões do Barlavento Algarvio, Baixo Alentejo e a região de Setúbal e Vale do Sado; e o período entre 23 e 26 com ocorrência de precipitação moderada e persistente nas regiões do Norte e Centro.

No final do mês de Dezembro 94 % do território estava em situação de seca meteorológica. Verificou-se uma ligeira diminuição da percentagem do território na classe de seca severa e um aumento na classe de seca moderada.

__________________________________________________________________________________________