Coruche, Benavente e Salvaterra de Magos em destaque no livro “Territórios Vinhateiros, Olivícolas e Corticeiros de Portugal”

8 Setembro 2021, 23:18 Não Por Redacção

Os concelhos de Coruche, Benavente e Salvaterra de Magos estão em destaque no livro “Territórios Vinhateiros, Olivícolas e Corticeiros de Portugal”, editado pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) e que foi apresentado no no Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), em Lisboa.

Após uma primeira edição lançada em 2017, e que focava apenas o património vitivinícola a obra foi agora reformulada e a obra inclui agora os territórios olivícolas e corticeiros nacionais, “dando origem a uma publicação que pretende, sobretudo, valorizar e promover três dos mais importantes produtos endógenos nacionais: o vinho, o azeite e a cortiça”, refere a AMPV.

Bernardo Gouvêa, presidente do IVV, enaltece este grande projecto da AMPV,  precisamente por dar enfoque ao vinho, ao azeite e à cortiça, “três das mais importantes vertentes para nos projectarmos em termos internacionais”. Afirma ainda que “a AMPV tem toda a razão de existir e o seu trabalho deve ser valorizado, porque contribuiu para sustentar o território e para dar a conhecer ao mundo a sua diversidade e riqueza”. 

Bernardo Gouvêa confirmou que irá propor este livro à Comissão Nacional, para candidatura aos Prémios OIV – Organização Internacional da Vinha e do Vinho. 

O presidente da AMPV, Pedro Magalhães Ribeiro, sublinha a importância económica que os sectores do vinho, do azeite e da cortiça representam para o país, 2 mil milhões de euros, “e só por isso dá para ver a importância desta iniciativa da AMPV, que não ficou isolada na sua promoção directa do vinho, mas decidiu andar de braços dados com outros sectores agrícolas que são importantes marcas portuguesas”. 

José Arruda, secretário geral da AMPV, destaca características como a grande abrangência de entidades (IVV, Viniportugal, CVR’s, CIM’s, entidades regionais de turismo, etc.); o número de municípios presentes no livro: 107; e o número de capas: 111 (cada município e a maioria das entidades têm uma capa personalizada). Destaca ainda a criação do portal enoturismo.pt, que faz uma ligação directa ao livro através de um código QR que consta nas capas e no interior do livro.

“O grande objectivo deste projecto é a organização e promoção integrada de toda a oferta nacional. No livro e no portal encontramos toda essa informação nacional, um trabalho que não foi feito até agora por nenhuma outra entidade. Nós já temos esse trabalho feito, temos essa oferta organizada e estamos agora a divulgá-la e a torná-la acessível aos turistas”, constaJosé Arruda.  

Há muito que a AMPV, em conjunto com a ARVP – Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal, estão a trabalhar a área do enoturismo, procurando a estruturação e organização da oferta enoturística de todo o território nacional. Um trabalho conjunto que foi também destaca Ângelo Machado, presidente da ARVP, que marcou presença nesta sessão. 
 
Ao longo das cerca de 500 páginas deste livro são apresentadas as principais tradições do nosso país, a gastronomia típica de cada região, a diversidade dos vinhos, os azeites, os produtos tradicionais e o património tão diversificado existente de norte a sul do país e ilhas.

No livro estão representadas todas as regiões vitivinícolas do país e mais de 100 municípios, dedicando a cada um 4 páginas. Mantém-se a particularidade da 1ª edição: cada município tem a sua própria capa personalizada, ou seja, o livro tem mais de uma centena de capas diferentes. 

Paralelamente, a AMPV, em parceria com a Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal, lançou o portal Enoturismo.pt, onde os municípios que integram este livro estão representados, apresentando toda a sua oferta enoturística.

O livro irá ser apresentado na 5ª Conferência Mundial de Enoturismo, que irá decorrer nos dias 9 e 10 de Setembro em Reguengos de Monsaraz, e irá estar à venda nas lojas FNAC. 

livro-ampv-digital-20201007