Cinco mil casas do Vale do Sorraia sem acesso a internet de alta velocidade. Concelho de Coruche é o mais afectado

9 Janeiro 2022, 15:46 Não Por Redacção

 

 

Um estudo preliminar da ANACOM – Autoridade Nacional das Comunicações, revelou que cerca de cinco mil casas no Vale do Sorraia e encontram dentro das “zonas brancas”, onde não é possível aceder a internet de alta velocidade, ou não existe mesmo qualquer tipo de cobertura.

Com o Governo a pretender que até 2030 todo o país fique com cobertura de rede de alta velocidade, foi lançada esta semana uma consulta pública sobre a cobertura e previsão de cobertura de redes públicas de comunicações electrónicas de capacidade muito elevada existentes no território nacional, que tem como principal objectivo identificar as zonas que deverão receber um reforço da cobertura de internet.

Dos concelhos do Vale do Sorraia, Coruche é aquele onde maior número de habitações não têm cobertura de internet de alta velocidade, até 1 GB, ou onde não existe mesmo ligação à Internet.

De acordo com os dados relevados pela Anacom, no concelho de Coruche estão identificadas preliminarmente, 2.823 casas onde não é possível aceder à Internet de alta velocidade, sendo a freguesia da Erra a mais afectada com 1.090 habitações, seguida de São José da Lamarosa com 624 casas e a Branca com 464 habitações.

O concelho de Salvaterra de Magos tem 1.389 habitações sem ligação à rede fibra, Mora 441 e Benavente 297 habitações identificadas pela Anacom.

Estes dados não contabilizam instalações dedicadas à indústria, comércio ou agricultura.

Dados por concelho e freguesia do número de habitações sem acesso à Internet

Recorde-se que para efecutar a sua reclamação, ou contribuição para o levantamento que decorre até dia 7 de Fevereiro, deverá remeter um e-mail à Anacom, pelo endereço, lg.coberturas@anacom.pt, ou por carta para a sede da ANACOM sita na Avenida José Malhoa, n.º 12, 1099-017 Lisboa.