Chamusca recebe 4 Milhões de euros do PRR para requalificar Escola Secundária

7 Maio 2024, 20:44 Não Por Redacção

O Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimadoassinou esta terça-feira, o contrato de financiamento de 3.981.519,60 euros (três milhões, novecentos e oitenta e um mil, quinhentos e dezanove euros e sessenta cêntimos), ao abrigo do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), que se traduz na concessão de um apoio financeiro para o projeto de Requalificação da Escola Secundária da Chamusca.

De acordo com a autarquia, este apoio visa dar continuidade aos progressos registados na última década relativamente ao abandono escolar precoce, contribuir para um ensino mais atrativo e inclusivo e, simultaneamente, promover a construção e renovação de espaços físicos alinhados com os objetivos da transição verde e digital.

As obras de Requalificação da Escola Secundária da Chamusca tiveram início no final do ano letivo 2021/2022 e contemplam um investimento de mais de seis milhões de euros, dos quais um milhão e setenta e sete mil euros correspondem a financiamento do PT2020 – FEDER.

Esta obra, fundamental para Concelho da Chamusca, tem como objetivo criar melhores condições de ensino, a par da preocupação com a eficácia energética e sustentabilidade dos edifícios, que vão permitir melhorar o conforto dos alunos, dos docentes e não docentes, com particular destaque para as condições hidrotérmicas, acústicas, qualidade do ar, segurança e acessibilidade.

A requalificação da Escola Sede marca o culminar das requalificações que têm vindo a ser feitas, na última década, em todas as escolas do concelho, desde o ensino pré-escolar ao primeiro ciclo, num investimento por parte do Município no valor de cerca de 11 milhões de euros. O Centro Escolar, inaugurado em 2019 na Chamusca, a maior obra realizada nos últimos 10 anos, continua a ser um motivo de orgulho para todo o executivo da Câmara Municipal, por ser considerado um dos melhores centros educativos do país e um exemplo de excelência na infraestrutura educacional.

A cerimónia protocolar teve lugar nas instalações da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo (CCDR-LVT), em Lisboa, e contou com a presença do primeiro-ministro Luís Montenegro. Participaram ainda na sessão o ministro Adjunto e da Coesão Territorial, Castro Almeida, que ratificou o documento, além dos secretários de Estado da Educação, Alexandre Homem de Cristo, e do Desenvolvimento Regional, Hélder Reis, e da presidente da CCDR-LVT, Teresa Almeida.

________________

_____________________