Centro de Saúde de Samora Correia esgota capacidade e suspende consultas presenciais

Centro de Saúde de Samora Correia esgota capacidade e suspende consultas presenciais

25 Janeiro 2021, 20:38 Não Por Redacção

A Unidade de Saúde Familiar de Samora Correia (USF) anunciou ao início da noite desta segunda-feira, que tendo em conta a situação de Pandemia e Emergência de Saúde Pública que obriga a uma realocação de recursos, “esgotámos a capacidade de resposta a situações não prioritárias e somos, uma vez mais, forçados a reestruturar o funcionamento da Unidade, por forma a reduzir risco de transmissão/contágio e simultaneamente optimizar resposta possível com os recursos disponíveis” o, que levou a que a unidade de saúde tenha suspenso, de forma temporária, “todo o agendamento de consultas presenciais, à excepção das consultas de Saúde Materna e Saúde Infantil até aos 18 meses de idade, que continuam a ser presenciais.”

A USF de Samora Correia mantém ainda assim o atendimento de situações de doença aguda ou descompensação de doença crónica, após triagem telefónica.

São também assegurados a renovação de Certificados de Incapacidade Temporária (vulgo, “baixas”) e controlo de INR após contacto telefónico e subsequente avaliação médica, sendo que a entidade refere que “os utentes nesta situação poderão contactar a Unidade de Saúde telefonicamente, a partir das 08 horas todos os dias úteis e serão encaminhados para triagem/avaliação telefónica pelo médico disponível logo que possível.

A unidade reforça a necessidade de que todos os contactos sejam realizados de forma digital, telefone ou e-mail, sendo que só deverão comparecer na unidade de saúde utentes que tenham tido indicação ou agendamento posterior.

Quem se desloca ao Centro de Saúde de Samora Correia deverá seguir as instruções da segurança, aguardando no exterior, onde será mais fácil manter as regras de segurança.

Ressalvamos ainda que os utentes que apresentem qualquer sintomatologia atribuível a patologia respiratória: tosse; falta de ar; congestão nasal; dor de garganta; febre; perda de olfacto, deverão primeiramente contactar a linha de Saúde 24 (808 24 24 24) ou, se sintomas graves, 112”, pode ler-se na missiva, onde estes anunciam também que a Área de Doenças Respiratórias (ADR) verá o seu horário alargado para das 9h às 15h00 para consultas presenciais. Os doentes a avaliar na ADR deverão ser referenciados pela Saúde 24 ou por médicos da USF/Equipa TRACE-Covid.

A situação será revista periodicamente e adaptada às necessidades actuais da unidade de saúde, que apela ao cumprimento estrito das medidas de prevenção e contenção da transmissão da Covid-19.