Actividade assistencial do SNS mantém recuperação em Agosto

29 Setembro 2021, 14:51 Não Por Redacção

O acompanhamento da actividade assistencial não-Covid-19 e a sua coexistência com a resposta às necessidades assistenciais decorrentes da pandemia tem sido uma das preocupações essenciais do Ministério da Saúde ao longo do último ano e meio.

De acordo com os dados mais recentes disponibilizados pelo Ministério da Saúde, estes demonstram o percurso de recuperação da actividade do Serviço Nacional de Saúde (SNS), a qual já está alinhada com a realizada em igual período de 2019, ano em que se verificou o volume assistencial mais elevado no SNS.

O Ministério liderado por Marta Temido revela que relativamente à recuperação da actividade assistencial nos Cuidados de Saúde Primários, os dados (provisórios) acumulados a Agosto de 2021 demonstram que foram feitas 24 milhões de consultas médicas totais, o que representa um aumento de 19,7% (3,9 milhões) em relação a igual período de 2020 e um acréscimo de 14,5% (3 milhões) em comparação com o período homólogo de 2019. Foram também realizadas 18,3 milhões de consultas de enfermagem.

Nos Cuidados de Saúde Hospitalares, os dados (provisórios) acumulados a Agosto de 2021, revelam que foram feitas 8,1 milhões de consultas, o que corresponde a um crescimento de 14,8% (1 milhão) face ao período homólogo de 2020. Se compararmos com igual período de 2019, o aumento é de 0,3% (24.694).

Em relação às cirurgias, os dados da Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS), indicam que foram realizadas 462.371 intervenções cirúrgicas nos primeiros oito meses do ano, o que traduz um acréscimo de 30,1% (106.862) relativamente a 2020 e de 1,2% (5.530) em relação a 2019.

O Ministério da Saúde, ao mesmo tempo que destaca que o processo de recuperação do impacto da Covid-19 nos sistemas de saúde é exigente, destaca e agradece, mais uma vez, o esforço e o empenho de todos os profissionais de saúde na recuperação da actividade assistencial aos portugueses.